Empresa Júnior FGV na FRANCAL

IMG_3342

Nos dias 6, 7, 8 e 9 de Julho aconteceu em São Paulo, no pavilhão de exposições do Anhembi, a 47ª feira internacional da moda em calçados e acessórios, mais conhecida como FRANCAL. A feira contou com mais de 390 expositores e, segundo a própria organização da feira, representou o início de um período promissor para o setor.

A Empresa Júnior FGV visitou a feira para aprender mais sobre o setor, conhecer seus principais players e saber mais sobre como eles têm enfrentado este período de crise. Analisando o setor de vestuário, calçados e acessórios, descobrimos que o desempenho do varejo deste setor segue os níveis do PIB (Produto Interno Bruto) nacional, ou seja, quando o PIB apresenta uma queda as vendas do setor tendem a cair simultaneamente. Desse modo já é possível imaginar a influência que a crise econômica atual está exercendo sobre o setor, e, de fato, este impacto é real. Nas conversas que realizamos com diversos representantes do setor, pudemos perceber que houve uma mudança nos padrões de consumo dos brasileiros que pararam de consumir por impulso e passaram a planejar melhor as compras, isto levou a uma queda drástica nas vendas do setor e, consequentemente, no desempenho do mesmo.
Além disso, notamos que apesar dos bons números de relevância do mercado de vestuário e de calçados quanto às importações e exportações, o Brasil ainda ocupa a 22* posição mundial, ou seja, a indústria brasileira vem crescendo apenas olhando para o mercado doméstico e existe uma oportunidade externa que não é muito explorada. Algumas marcas, como a Vulcabras Azaleia, observaram esta oportunidade e estão buscando fechar pedidos externos. O próprio diretor da marca disse “Tradicionalmente, sabemos que feiras são ambientes para relacionamento. Mas fechamos pedidos especialmente para o mercado externo. Atendemos clientes da Colômbia, Bolívia e México”.
Outro aspecto analisado pela Empresa Júnior FGV em seu estudo sobre o setor foi o bom desempenho das vendas online. Apesar dos brasileiros poderem comprar onde e quando quiserem, uma grande parte dos compradores apreciam escolher e receber os produtos no conforto de sua casa. Observando este grande sucesso das companhias de venda online, é esperado que os varejistas do setor de calçados e acessórios aumentem os investimentos em plataformas de venda online, segundo a diretora da empresa Rohde&Carvalho Diagnóstico e Pesquisa, Suzana Carvalho, com o avanço da internet torna-se obrigatório para todas as marcas possuir uma plataforma online independente de vender o seu produto ou não.
A FRANCAL é um dos eventos mais importantes do setor de calçados e acessórios e foi uma oportunidade ótima para a Empresa Júnior FGV conhecer mais sobre um dos setores mais importantes do país e descobrir suas necessidades no contexto atual para desse modo podermos, com embasamento, prover projetos de qualidade e focados no setor.
  • 23 de julho de 2015
  • | Categorias: Eventos