A importância do relacionamento no mundo empresarial

company

O funcionamento de uma empresa depende de diversos atributos – entre os mais importantes, coabitariam os seus relacionamentos internos e externos. O relacionamento que se volta à esfera exterior se deve pela sua função em formatar o reconhecimento e em formar a personalidade institucional e aquele que, por outro lado, volta-se ao âmbito interior se deve a sua incitação à fluidez organizacional.

A importância de uma empresa é medida muito além do seu lucro ou porcentagem do setor cujo qual participa; – mede-se, principalmente, a partir da sua influência. Ao considerar-se uma empresa privada incorrupta prestadora de serviço ou vendedora de produtos, quanto maior a sua influência, maior o impacto que ela pode causar e, consequentemente, maior sua importância. É notório que a influência de uma empresa é definida pela sua capacidade de atuação de forma a influir o outro à mudança devido menos à competência derivado de sua potência de agir, mas sim quanto a percepção que esta expõe. Essa percepção é resultado exclusivo da persona apresentada pela empresa aos stakeholders externos. A partir de uma gestão efetiva, e, de preferência eficiente desses stakeholders, é possível corroborar com a teleologia de uma empresa engajada: o impacto.

Essa concepção, entretanto, nunca se sustentará sem uma base corporativa concreta. Em prol da perenidade perceptiva, mister é fundamentar as relações internas, mormente por meio de um planejamento estratégico proveitoso que alinhará não só as atividades como também as expectativas passadas e futuras. Para a efetivação dessa metodologia, dever-se-á criar familiarização e engajamento – mediante sensemaking – dos processos operantes assim como uma personalidade da empresa que cause identificação com os integrantes dessa. Essa institucionalização gera vantagens competitivas pois melhores resultados são frutos do bem-estar desses membros e, por essa razão, há uma valorização no cenário organizacional do sentimento coletivo e da busca eudaimônica.

Infere-se, portanto, a inverossimilhança do êxito de uma empresa que não tem um relacionamento interno e externo ponderados, uma vez que, esses atributos contribuem veementemente com o desempenho da empresa e sua capacidade de impacto ao ratificar a essência empresarial e sua representação. Assim, vê-se, destarte, a imprescindibilidade à finalidade da empresa da construção operativa de suas esferas relacionais internas e externas.