Estudo de viabilidade de mercado: entendendo um processo essencial

Estudo de viabilidade de mercado: entendendo um processo essencial

Antes de dar prosseguimento a uma ideia, projeto ou empresa o ideal é que você passe por vários processos e análises. Nada rende frutos sem um bom processo de organização e preparação antes e, no mundo dos negócios, não é diferente. É aí que entra o estudo de viabilidade. 

Se feito corretamente, esse estudo encompassa diversos pontos de vida e lhe dá a visão clara de quais os riscos envolvidos e quais os pontos fortes para o negócio ou produto que você pretende investir. É necessário, portanto, ter alguns pontos bem estruturados.

Seu produto funciona? Como ele gera valor para o cliente? Quem é esse cliente? Qual problema seu negócio resolve e como você lucra com isso? A partir dessas respostas já se pode começar a analisar a viabilidade do mercado, que é dividida em três partes: tamanho da demanda, validação da necessidade e ambiente competitivo.

Também é essencial e muito informativo mapear e analisar quais os seus concorrentes diretos. Você pode comparar a sua proposta com as empresas já existentes, entender como elas atuam e também identificar os diferenciais positivos e negativos da sua ideia. 

A viabilidade econômica e financeira também está incluída dentro do estudo de viabilidade geral. É preciso essa análise para reduzir o risco de investimento, verificando se o negócio é sustentável. Pouco importa se o financiador é interno ou externo: se é identificado um risco muito alto, talvez seja melhor buscar outra ideia. 

Claro que, nesse processo, também é importante descobrir se o produto pode ser desenvolvido – a chamada viabilidade técnica. É preciso então compreender toda a jornada e escopo do projeto dentro da proposta da empresa e o que será necessário para isso, estimando também o custo, tempo e possíveis problemas envolvidos. 

Existem outras formas, claro, de trabalhar e analisar a potencial viabilidade de uma ideia, projeto ou empresa. E o objetivo de tal estudo não é afirmar que algo vai dar certo ou errado, mas sim de dar a maior visão e o maior número de detalhes sobre o que será enfrentado.

Isso é algo que deve ser levado a sério, até por que, no final das contas, o maior prejudicado se algo der errado por falta de planejamento é o próprio empreendedor.

Confira os serviços de análise mercadológica da EJFGV, e descubra como podemos ajudar a sua empresa a nascer e crescer de maneira viável e saudável.

Leave a Reply

Your email address will not be published.