Valuation: diferentes métodos para identificar o valor da sua empresa

Valuation: diferentes métodos para identificar o valor da sua empresa

Com a finalidade de mensurar o valor de uma empresa, existem diferentes métodos possíveis para auxiliar nesse processo.

Em post anterior, já indicamos como o valuation é importante enquanto ferramenta para obter o valor da empresa no presente. Este auxilia gestores e investidores, proporcionando mais informações para a tomada de certas decisões. Assim, o valuation é essencial em casos, como por exemplo, de venda do negócio ou venda de participação societária, para analisar os retornos esperados e qual o caminho a se seguir.

Existem diferentes métodos e fórmulas para calcular o valor de uma empresa, e é sobre isso que o blog de hoje trata. Entre essas possibilidades, alguns dos mais utilizados pelas empresas são: Fluxo de Caixa Descontado (FDC); Múltiplos de Mercado; Valuation Pré-Investimento; Valuation Pós-Investimento; Valuation de Liquidação e Valuation Contábil.

Confira um resumo de cada um desses métodos:

Fluxo de Caixa Descontado – FDC
De forma resumida, essa análise busca um valor intrínseco para a empresa, projetando o lucro futuro e aplicando descontos do risco associado ao vencimento. Assim, o FDC termina por calcular uma taxa que corrige o superávit de forma proporcional.

Como em qualquer situação, isso também depende do tempo analisado. Se a projeção for mais longa, ela se torna mais complicada e menos precisa. Geralmente, o Fluxo de Caixa Descontado é utilizado para análises de médio prazo, entre cinco e dez anos.

Essa capacidade de mostrar uma projeção mais longa é uma das vantagens desse modelo, além de apresentar riscos a empresa. Assim é possível prever os valores se baseando em diferentes cenários. Por outro lado, essa é uma metodologia mais trabalhosa, que exige mais tempo e recursos para ser realizada. 

Múltiplos de Mercado
Ao calcular o valuation utilizando este método o objetivo é criar uma avaliação através da comparação de indicadores de empresas que atuam dentro de um setor específico. Isso se dá pela utilização de valores referenciais como Ebitda ou Lajida, que expressão o lucro de uma empresa antes de juros, impostos e outros fatores. 

Essa é uma metodologia bastante popular por ser mais fácil de ser utilizada, mas exibe alguns problemas. O principal deles é a dificuldade de encontrar empresas que atuam no mesmo setor e possuam o mesmo modelo de negócios, o que acaba por comprometer uma análise comparativa.

Por isso, utilizar esse modelo também é um trabalho de desconsiderar alguns pontos específicos. Vale lembrar que seu objetivo não é analisar o momento de diferentes empresas, mas um dado período de tempo.

Também existem diferentes formas de múltiplos de mercado, os mais conhecidos sendo: Firm Value/Ebitda, Valor empresarial/Ebitda, Firm Value/faturamento e Valor Empresarial/ lucro líquido.

Valuation Pré-Investimento e Pós-Investimento
Os nomes já deixam bem óbvio o que fazem. O pré-investimento busca o valor de mercado de uma empresa antes de receber algum investimento específico e o pós é o oposto, utilizado para definir a participação de um investidor nos negócios ou também realizar um cálculo que aponte o crescimento da empresa. 

Valuation de Liquidação
Utilizado com mais frequência em situação onde empresas estão sendo fechadas, o valuation de liquidação é o método de somar todos os ativos e subtrair os passivos de uma companhia. 

Outro diferencial dessa metodologia é o tempo. Ela é focada em curto prazo, para que os investidores possam ter dados do que sobrou do patrimônio para uma eventual venda. Por isso o nome valuation de liquidação. 

Valuation Contábil
O valuation contábil considera exclusivamente, como o nome indica, a contabilidade da empresa, o seu patrimônio líquido. No entanto, independentemente da quantidade de dados presentes e dos valores calculados, ela costuma ser insuficiente para definir o valor real de uma companhia. 

Isso acontece porque, considerando apenas o patrimônio líquido, esse método desconsidera fatores como a própria marca, franquias, patentes, basicamente os bens intangíveis da empresa.

Vale ressaltar que esse processo essencial muitas vezes pode ser complicado, e é exatamente aí onde os serviços de uma consultoria empresarial como a  EJFGV podem te ajudar. Entre em contato conosco e saiba mais sobre os nossos diferentes serviços financeiros, estratégicos, mercadológicos e operacionais.

Leave a Reply

Your email address will not be published.