Você sabe como conseguir o engajamento da equipe na cultura organizacional? Veja como alcançar todos os grupos de funcionários através de 5 etapas principais.

Blog

Engajamento de equipe: 5 formas de transmitir sua cultura organizacional

Muito se fala sobre como uma boa cultura organizacional é fundamental para o progresso de uma organização, mas a dificuldade vem na hora de conseguir o engajamento da equipe na prática

Depois que suas missões são estabelecidas, como alcançar todos grupos de funcionários, para que todos entendam e se disponham a evoluir em conjunto?

É sobre isso que vamos falar ao longo deste artigo, através de 5 etapas fundamentais. 

Quer saber mais? Continue sua leitura.

O que é uma cultura organizacional?

Uma cultura organizacional corresponde ao conjunto de valores, objetivos e práticas que regem uma empresa e as relações entre seus colaboradores. 

Seu caráter tão abrangente faz com que um bom funcionamento exija total compreensão e engajamento de toda a equipe, não só da parte administrativa ou dos gerentes de pessoal.

Portanto, veremos mais adiante como essa teoria deve contemplar e responder às necessidades de todos os funcionários, além da organização como um todo. 

Qual a importância da cultura organizacional?

É muito comum ouvirmos grandes empreendedores se referindo à “crença como fio condutor”, uma vez que ao entender e se identificar com o propósito da empresa em que trabalha, um funcionário tem mais chances de se motivar para trabalhar nessa direção

Uma equipe engajada tem, como consequência direta, resultados continuamente melhores

Logo, fica fácil entender que a elaboração de uma cultura organizacional vai além da gestão de pessoas e atinge diretamente o faturamento da empresa no final de cada ciclo.

Como transmitir a cultura organizacional?

Entendendo o papel da cultura organizacional, resta saber como aplicá-la e observar um real engajamento dos funcionários. 

Para isso, existem 5 etapas-chave, veja só:

  1. Definição da cultura

As boas práticas determinadas na sua cultura devem ir além da produtividade e contemplar, também, as relações interpessoais entre os funcionários.

Cultivar feedbacks constantes, sintonia entre os setores e comunicação constante são exemplos de como estimular bons resultados através de um processo mais dinâmico e, consequentemente, mais otimizado.

  1. Comunicação

A comunicação de uma cultura deve ser clara e direta, através de um contato efetivo entre diretoria e corpo colaborativo, além de ser reforçada de tempos em tempos.

Vale destacar que, se feito em ambiente tranquilo, como em confraternizações periódicas, a probabilidade de identificação geral é maior. 

Além disso, é importante que essa comunicação seja coerente. Se novos valores são estabelecidos, explique como eles serão aplicados, da mesma forma que falhas devem ser apontadas e planos de ação elaborados. 

  1. Instrução

Ainda quanto à coerência, não adianta exigir dos seus funcionários um posicionamento que você não apresenta como diretor. 

Por isso, a postura de membros hierarquicamente superiores deve servir como exemplo, tanto para que isso possa ser mais esperado dos funcionários quanto para que estes se identifiquem ainda mais com a organização.

  1. Tom de fala

Um outro ponto importante é o tom de fala escolhido para as relações profissionais daquele negócio. 

Se a cultura pregada é mais informal, tranquila e divertida, é possível e esperado que as conversas no ambiente de trabalho se desenrolem da mesma forma.

Assim como culturas mais formais exigem discursos sérios e objetivos entre os colaboradores, ainda que mantenham a empatia e o tato de fala.

  1. Métricas

Uma boa forma de garantir que a cultura organizacional está sendo aplicada e desenvolvida é o estabelecimento de métricas de desempenho.

Acompanhamentos, planos de carreira, metas e feedbacks são formas de estimular individualmente os funcionários a exercerem suas funções da melhor forma possível.

Essa estratégia também ajuda no aumento da produtividade, além de ser uma medida de retenção de membros

Conheça seu negócio e suas necessidades

Agora que você já entendeu alguns fatores que podem ajudar na prática de uma cultura organizacional, fica fácil compreender que o primeiro passo é, na verdade, conhecer bem seu negócio e seu corpo de funcionários

Afinal, elaborar planos de ação, objetivos e valores é algo que exige conhecimento da própria realidade, tanto no que diz respeito às necessidades quanto às possibilidades. 

É assim que trabalhamos para uma constante melhoria da EJFGV, e é assim que orientamos nossos clientes durante as consultorias, para que eles possam fazer o mesmo. 

Quer saber como podemos te ajudar? Confira nossas soluções operacionais.

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.