Blog

Definição de áreas: entenda os setores que formam uma empresa

Desde as primeiras civilizações, a divisão de tarefas faz parte do funcionamento social da humanidade. Com a evolução tecnológica, os meios de organização mudaram, porém continuam essenciais, por isso,  a definição de áreas é de extrema importância para quem quer empreender. 

A definição de áreas é a prática de estabelecer setores e funções a serem exercidas em cada um deles. Geralmente, ela é um dos primeiros passos tomados por quem quer iniciar um empreendimento. 

Caso se interesse pela área mas ainda não tenha tido muito contato com as definições de áreas, esse texto o ajudará a entender a importância dessa organização e como ela acontece. Continue a leitura! 

Os benefícios da definição de áreas

Imagine que sua empresa não tenha sua estrutura organizacional bem definida e que um colaborador que atua na produção saia da equipe. 

Quem se responsabilizará por realizar o trabalho ou contratar outra pessoa que ocupará o cargo? 

Essas questões devem ser levadas em conta ao deixar de definir áreas, uma vez que afetam diretamente a produtividade e o lucro de uma empresa. 

A definição de áreas, além de facilitar a organização das atividades, garantirá uma melhor distribuição de tarefas, evitando o acúmulo de funções em um mesmo setor ou pessoa. 

Facilita também a identificação das responsabilidades de cada processo e aumenta a produtividade, já que cada pessoa estará atuando em setores de acordo com o seu perfil. 

Um bom plano operacional definido com a definição de áreas trará mais agilidade nas ações da empresa, tornando a contratação de novos colaboradores algo rápido, que não prejudique a produção. 

As principais áreas de uma empresa

Os setores presentes na empresa variam de acordo com o seu porte e área de atuação, porém muitos departamentos – indispensáveis para um bom funcionamento empresarial – estão presentes na maioria das estruturas organizacionais. 

São eles: 

Administrativo

Responsável pelo planejamento estratégico, gestão, atribuição de tarefas, coordenação, análise de dados e supervisão de outros setores. 

Por concentrar a tomada de decisões da empresa, é o departamento mais próximo da liderança. 

Faz parte de sua responsabilidade monitorar e garantir o bom funcionamento dos demais setores. 

Comercial

O objetivo desse setor é oferecer o produto e realizar as vendas ao cliente. 

Em alguns casos, é responsável não só por vender, mas também pelo pós-venda e relacionamento com o mercado. 

Pode constantemente estar relacionado com o marketing, que veremos a frente. 

Marketing

O marketing trabalha com a imagem institucional da empresa. 

É responsável pela elaboração de peças publicitárias, identidade visual de produtos, catálogos, brindes e organização de feiras e eventos. 

Suas ações prezam por aumentar as vendas da organização, traçando estratégias que permitam atingir resultados cada vez melhores.

Financeiro

Em algumas empresas, funciona como um setor acoplado ao administrativo. 

Como seu nome sugere, o setor financeiro é o responsável pelas finanças do grupo, atuando no planejamento financeiro, gestão dos impostos, solicitações de empréstimos e controle de investimentos. 

Sua função é garantir que o negócio funcione de maneira adequada, garantindo os recursos necessários e um fluxo de caixa saudável. 

Compras

O setor de compras é responsável por adquirir todos os insumos necessários para o bom funcionamento da empresa. 

Faz parte de sua competência garantir a compra da matéria prima necessária para produzir e/ou adquirir os produtos que serão revendidos. 

Também é nesse setor que ocorrem as compras necessárias para a sede física da empresa, como material de limpeza, papéis para impressão, etc.

Recursos humanos  

Também pode ser chamado de departamento de pessoal ou gestão de pessoas. 

É responsável pelo recrutamento, seleção, contratação, relação e acompanhamento. Em alguns casos, também pode atuar com o relacionamento com o cliente. 

Pode atuar também com promoção de práticas de capacitação e desenvolvimento, além de atuar com qualidade de vida no trabalho. 

Operações

O setor de operações é o setor responsável por fazer com que a matéria prima se torne produto. 

Pode englobar assuntos como gerenciamento de estoque, almoxarifado, expedição e logística. 

Seu foco é assegurar o pleno funcionamento da empresa para que os objetivos traçados sejam atingidos. 

Quais setores devo ter na minha empresa?

Não existe uma receita ou fórmula pronta para responder a essa pergunta, mas há um detalhe que certamente não poderá faltar: o bom planejamento. 

Se você é um pequeno empreendedor, é comum que sua empresa atue com menos funções ou até mesmo que seja responsável por mais de uma delas.

 O importante é ter em mente quais setores você não pode dispensar para que sua empresa funcione de forma a alcançar lucro e expansão. Na medida em que isso aconteça, será natural a necessidade de novos setores. 

No entanto, o ideal é que a definição de áreas já esteja em planejamento estratégico desde o início, sempre com a visão de futuro da organização. 

A EJFGV conta com serviços de planejamento estratégicos e consultoria operacional que ajudará sua empresa a crescer cada vez mais no mercado. Entre em contato conosco e descubra como podemos ajudar! 

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress