Machine Learning: O que é e como  utilizá-lo a seu favor

Machine Learning: O que é e como utilizá-lo a seu favor

Ao fazer uma viagem em um aplicativo de corrida, escolher um filme em um streaming ou até  mesmo ao utilizar o celular para pedir comida, estamos totalmente cercados por machine learning.  

O que parecia fazer parte apenas das telas de cinema em ficções científicas tem ganhado cada vez  mais espaço em nosso cotidiano facilitando nossas vidas.  

Mas é possível fazer com que o machine learning atue ainda mais ao nosso favor, nos ajudando na  produtividade, no engajamento de nossas vendas, e a atingir mais pessoas. Continue a leitura e  saiba mais! 

O que é Machine Learning? 

O mundo está cada vez mais tecnológico, nos obrigando a recorrer a diversos aplicativos e  plataformas que nos ajudam a manter a produtividade no mesmo ritmo que as crescentes  demandas. 

O machine learning vem justamente dessa necessidade por algo prático.  

Em sua tradução literal, machine learning significa aprendizado de máquina, o que seria a forma  como a tecnologia aprende conforme você a utiliza, baseando-se em algoritmos.  

Esses algoritmos funcionam conforme o uso: quanto mais você pergunta, mais dados eles têm e  mais respostas podem te oferecer. A precisão do que será apresentado depende de usuário para  usuário.  

Por exemplo, se você pesquisar pela palavra “bravo” em um site de buscas, ele pode te oferecer dois  significados: enfurecido ou corajoso. Isso dependerá de suas pesquisas anteriores.  

Seguindo este exemplo, se sua pesquisa anterior tiver sido por “coragem”, é muito provável que o  resultado da busca seja a segunda opção. 

Tipos de Machine Learning  

Assim como os resultados de uma busca podem variar de uma pessoa para a outra, os tipos de  machine learning também atuam de diferentes formas. Entendê-los é fundamental para que sua  implementação seja feita da forma efetiva. 

Vamos aos tipos de machine learning que podem funcionar de diferentes maneiras: 

Aprendizado supervisionado 

Neste tipo de machine learning todos os dados e informações já estão armazenados e os resultados  são fornecidos prontamente.  

Um exemplo seria pesquisar uma imagem na ferramenta de buscas. O algoritmo irá trabalhar  diretamente na fonte da imagem e em resultados semelhantes a ela. 

Aprendizado não supervisionado  

Aqui ocorre o contrário do que no aprendizado supervisionado, não havendo um banco de dados já  armazenado com as informações. 

Se pesquisássemos um site para compra de tênis, como exemplo, os algoritmos teriam que agrupar  históricos de pesquisas de compras, frequências e perfis para estabelecer um padrão.  

Aprendizado por reforço  

No aprendizado por reforço é como se a máquina começasse do zero, sem nenhum dado para que o  algoritmo se baseie.  

Retornando ao exemplo anterior, é como se no histórico de pesquisas de compras da pessoa a ser  analisada não houvesse nada. Nesse caso, o machine learning nos retornaria com sites mais  acessados e com maior volume de compras para responder nossa busca. 

Vantagens do Machine Learning  

Independente de qual modelo de negócio você siga, o machine learning pode ser útil de diversas  maneiras se implementado de forma certa. 

Dentre as vantagens do machine learning, temos a rapidez nas tomadas de decisões. 

A produtividade das empresas é algo muito relevante nos dias de hoje e sempre têm melhores  resultados as que conseguem achar as melhores saídas e de forma mais prática, e quem seria  melhor que uma máquina para processar todas as informações e traçar rapidamente uma  estratégia?  

Além disso os algoritmos estão sempre em constante mudança, acompanhando o mercado, o que  possibilita transformar sua empresa no que chamamos de “empresa algorítmica”, ou seja, uma  empresa com capacidade de inovar e atender demandas prontamente.  

Dentro do machine learning a melhoria de resultados e produtividade é garantida. 

De acordo com a Accenture, empresa multinacional de consultoria de gestão, o uso de mecanismos  tecnológicos irá aumentar a lucratividade em 38% até 2035, um número que não pode ser  ignorado. 

Como utilizar o Machine Learning

Agora que você já sabe como ele irá ajudar na produtividade da sua empresa, existem algumas dicas  valiosas para que você consiga utilizar bem esta inovação. 

A primeira delas é se inserir no digital. Se sua empresa não conta ainda com um site ou contas em  redes sociais, será interessante estudar e se inteirar nesses meios.  

Caso você já os tenha, é importante estar atento para a receptividade de seu site ou rede, com um  bom design, informações fáceis de serem encontradas e conteúdos úteis.  

As inovações não param, e você deve estar preparado para elas. Por exemplo, a pesquisa de voz  tem se tornado muito utilizada com o passar dos anos e será um investimento para sua empresa  adaptar seu site a ela.  

Além de garantir acessibilidade, também fará com que os acessos aumentem e o algoritmo  reconheça o seu conteúdo como informação importante. 

O futuro do Machine Learning 

É previsível que a tecnologia avance cada vez mais em todas as áreas e no machine learning isso não  é diferente. Especialistas acreditam que o aprendizado de máquina crescerá ainda mais,  principalmente entre aplicativos móveis, aumentando também as ferramentas de machine learning. 

Estar atento à tecnologia fará toda a diferença nessas mudanças de mercado. Entre em contato  conosco para conhecer mais de nossos serviços e como podemos trabalhar juntos tirando o melhor  proveito dessa inovação. 

Leave a Reply

Your email address will not be published.