Blog

Projeção de receita e de custo: o que é e qual sua importância?

Se você tem um negócio, sabe que, para que ele siga funcionando de forma saudável, é importante que sejam gerados retornos aos seus investimentos. Para prever esses retornos, servem a projeção de receita e de custos, que são análises do campo financeiro de uma empresa, que garantem planejamento e previsibilidade.

Ao longo do texto, veremos que essas projeções permitem outros estudos e compõem alguns muito mais amplos, como a projeção financeira e da viabilidade econômica geral de um negócio. 

Para entender mais sobre esses cálculos, continue lendo o artigo.

O que é a projeção de receita e qual a sua importância?

Também conhecida como orçamento de vendas, a projeção de receita consiste no estudo que busca prever o caixa de uma empresa ao fim de determinado período de tempo.

Essa previsão é o primeiro passo para um planejamento financeiro, uma vez que os demais cálculos, incluindo a projeção de custos, derivam deste resultado. 

Esse planejamento surge para analisar as variáveis que são encontradas no caminho de crescimento de uma empresa, ou seja, para criar percepções realistas para esse crescimento e planejar os próximos passos, evitando, por exemplo, gastos excessivos: 

Para isso, devemos analisar algumas premissas, como:

  •  premissas de mercado, buscando o estudo dele e de suas demandas;
  • capacidade de geração de receita, que deve ser aplicada de forma realista (o ideal é 50% ou menos, principalmente no começo;
  • projeção de crescimento para receitas;
  • análise do consumidor, visando o público-alvo e seus nichos.

Exemplo de projeção de receita

É possível fazer a projeção de receita de um produto em comparação com outros, por exemplo. 

Será feita uma análise mensal do lucro gerado por tais produtos, ou seja, de quanto sobrou depois da influência de impostos e taxações, por exemplo, do dinheiro adquirido com a venda. 

Em seguida, os resultados serão somados e o produto que apresentar um número maior terá produzido a maior receita.

Essa é uma das formas de analisar quanto e quando investir ou deixar de investir em determinados setores.

O que é a projeção de custos e quais suas premissas?

A projeção de custos, por sua vez, é o planejamento dos gastos (fixos e variáveis) daquela empresa. Essa análise contempla a projeção de receitas, uma vez que os custos justificam os investimentos.

Nesse caso, as premissas que devem ser consideradas incluem:

  • Capacidade de investimento em comparação com a capacidade de geração de receita, citada anteriormente;
  • Investimentos gerais necessários para se começar determinado projeto.

Outros métodos de estudo financeiro

Além das projeções de receita e custos, existem diversos tipos de análises financeiras que, se realizadas em conjunto, permitem uma análise mais abrangente e detalhada do caixa do seu negócio. Confira:

Fluxo de caixa

O fluxo de caixa é uma forma mais dinâmica de estudar as receitas e custos diários de uma empresa, possibilitando uma análise mais detalhada ao final de determinado período.

Esse tipo de cálculo pode ser elaborado em um período a partir de 90 dias, e permite a definição de metas que, então, abre lugar para as projeções estudadas neste artigo. 

Análise de indicadores

Buscando analisar a viabilidade econômica de uma empresa, podemos estudar diferentes fatores, como:

  • Valor presente líquido (VPL): Resultado da subtração de todos os fluxos de caixa de determinado período pelo investimento realizado. Esse valor determina o potencial de geração de lucro;
  • Taxa interna de retorno (TIR): Percentual que representa a rentabilidade de um projeto em crescimento, de acordo com a periodicidade dos fluxos de caixa;
  • Payback: Cálculo que mede o tempo de retorno necessário para que determinado projeto pague seu investimento.

Vamos à prática?

Agora que você já entendeu um pouco mais sobre projeção de receita e custos, podemos começar a aplicar esses cálculos na prática, certo?

É comum, no entanto, que tenhamos algumas dificuldades ao longo do caminho para entender o mundo financeiro da nossa empresa.

Para isso, conte com as soluções financeiras da EJFGV! Estamos sempre dispostos a ajudar.

1 comentário

Planejamento Orçamentário: O Que é E Como Aplicar Na Sua Empresa | Empresa Júnior FGV · 17/03/2022 às 15:26

[…] reverso da contabilidade, um planejamento orçamentário analisa as entradas e saídas de uma receita futura, ou seja, que ainda não […]

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress