Blog

Desk Research: o que é e qual o passo a passo para a elaboração?

Muitas empresas desejam desenvolver uma pesquisa para produção de um novo produto, por exemplo, mas faltam tempo e recursos financeiros. Se você se encontra nessa situação, conheça o Desk Research. 

Ao invés de começar uma pesquisa do zero, porque não otimizar sua busca realizando sua investigação em pesquisas já existentes?

É justamente com essa lógica que surge o Desk Research, no Brasil, conhecido como Pesquisa Secundária, ou seja, é uma busca que não apura dados do zero. 

Na verdade, ela já vai em pesquisas secundárias para, desse modo, interpretar e tirar suas conclusões. 

Leia o artigo e entenda com mais profundidade o conceito e o passo a passo  para sua elaboração. Boa leitura!

O que é Desk Research?

O Desk Research, ou Pesquisa Secundária, é um método acessível criado para organizações que, às vezes, não podem investir um grande tempo e dinheiro em uma pesquisa. 

Esse método não começa uma investigação do zero, ele utiliza pesquisas secundárias para tirar suas próprias conclusões. 

Por exemplo, uma empresa quer oferecer ao mercado um novo celular. Para desenvolver esse produto, ela pode investigar em fontes secundárias quais são as funcionalidades que as pessoas mais procuram e afins. 

A Pesquisa Secundária pode ser realizada a partir da análise de matérias nos jornais impressos, reportagens, fóruns onlines, artigos de blog e muito mais. Sem dúvidas, o aumento do acesso à  internet, apesar da desigualdade ainda latente, facilita a aplicação desse método.

Qual a diferença entre Pesquisa Primária e Pesquisa Secundária?

A Pesquisa Primária é aquela em que os dados coletados são apurados pelo pesquisador, isto é, ele busca dados soltos, processa-os para ter informações e, desse modo, realizar sua análise. 

Ou seja, é uma metodologia mais precisa, pois as perguntas que a empresa tem podem ser respondidas com pesquisas mais direcionadas. No entanto, demanda mais tempo e recursos financeiros

Já a Pesquisa Secundária, por outro lado, é muito mais viável, pois o coletor não vai apurar dados do zero, ele vai em pesquisas secundárias para tirar suas conclusões. Contudo, a precisão é menor quando comparada ao modelo anterior.

Qual a diferença entre Benchmarking e Desk Research?

Muitas pessoas confundem Benchmarking com Desk Research, no entanto, tratar esses conceitos como sinônimos é errôneo. É preciso saber diferenciá-los. 

O primeiro, Benchmarking, é usado para realizar comparações dos seus serviços ou produtos com o de concorrentes para, desse modo, você não ficar para trás. 

Já o Desk Research, não se pauta apenas em comparações, é uma pesquisa muito mais ampla e aprofundada. Ela ajuda a sistematizar conhecimentos, encontrar tendências e a ter insights. A Pesquisa Secundária é usada para enriquecer a sua pesquisa qualitativa.  

Pontos a serem considerados na metodologia Desk Research

Ao desenvolver o Desk Research na sua organização, você precisa considerar alguns pontos para realizar uma boa pesquisa. Abaixo foram listados alguns deles. Veja só!

  • Confira a veracidade das informações vasculhadas, as redes sociais, por exemplo, possuem muitos documentos que podem ser usados, no entanto nem todos são verdadeiros. Cada vez mais o fenômeno das Fake News atravessa a nossa sociedade, por isso é importante realizarmos uma boa checagem;
  • Diferente das redes sociais, onde é preciso ficar mais atento para não ser vítima de fake news, às informações pesquisadas no IBGE, por exemplo, são muito mais seguras, pois trata-se de  um portal de muita credibilidade;
  • Os dados secundários são muito importantes para o seu seu estudo, mas podem não ser suficientes para o seu objeto, portanto, é preciso sempre se aprofundar. 

Por exemplo, o desenvolvimento de um novo serviço não pode ser pensado apenas avaliando o público-alvo, a pesquisa deve ser mais aprofundada, considerando outros fatores.

Quais fontes de dados secundários utilizar?

Em uma Pesquisa Secundária, a sua organização pode usar diversas fontes, algumas com mais credibilidade, outras com menos, portanto o olhar crítico de checagem precisa estar sempre apurado. 

Veja a seguir alguns exemplos que podem te auxiliar na aplicação do Desk Research.

  • IBGE e IPEA: o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é um portal de muita credibilidade, que sempre está desenvolvendo pesquisas sobre a sociedade; o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) também é um site seguro que produz muitas pesquisas envolvendo a área de economia.
  • Dados do Governo: os órgãos governamentais sempre estão publicando matérias de transparência e realizando pesquisas. É um espaço de credibilidade, mas que demanda um olhar crítico. 
  • Redes sociais: é um dos meios que mais usamos atualmente, portanto há uma variedade de informações disponíveis. Contudo, é um lugar que muitas vezes é contaminado com fake news, logo, precisa de uma análise crítica; 
  • Bancos de testes: são ótimos para você observar como algo funciona na prática a partir de pesquisas já realizadas; 
  • Google Data Explorer: é um espaço que organiza diversas pesquisas realizadas ao redor do mundo, extremamente eficiente para quem deseja dar um passo inicial na investigação.

Passo a passo para implementar a Desk Research

Agora que você já entendeu o significado de Desk Research e muitos outros detalhes, está na hora de aprender a implementar essa metodologia de pesquisa com alguns passos super fáceis de serem aplicados.

  • Definição do objetivo de sua pesquisa: o primeiro passo é definir por qual motivo você está realizando uma pesquisa secundária. Por exemplo: para aumentar as funcionalidades de um produto; 
  • Mapeamento das fontes: posteriormente é preciso mapear as fontes que você vai utilizar para realizar a sua investigação;
  • Definição de um prazo: é muito importante estabelecer um deadline , afinal, é a partir dele que você vai se planejar para conseguir cumprir o prazo;
  • Realização da pesquisa: defina o momento em que ocorrerá a pesquisa, quem fará, por onde e como será organizada. É fundamental se planejar para não perder nenhum dado no meio da investigação;
  • Análise de dados: após realizar a pesquisa, é a hora de analisar os dados, tirar suas conclusões e, por fim, tomar decisões que influenciam positivamente o seu objeto que motivou a pesquisa.

Quais as desvantagens e vantagens do Desk Research?

O Desk Research, assim como qualquer outra metodologia, apresenta vantagens e desvantagens. Confira, em primeiro lugar, as suas desvantagens. 

  • Dificuldade de encontrar fontes com credibilidade;
  • Nem sempre seus relatórios de pesquisas estarão atualizados, haja vista as mudanças constantes que a sociedade passa;
  • Por ser um método mais acessível, financeiramente falando, acaba causando a impressão que é o melhor, no entanto, uma pesquisa primária gera muito mais objetividade para o que você almeja.

Apesar das adversidades, a Pesquisa Secundária também possui vantagens. Conheça-as abaixo: 

  • É uma pesquisa mais barata, ou seja, é possível para organizações que estão começando agora no mercado. 
  • A partir da Desk Research, você consegue resultados muito mais rápidos, quando comparado ao modelo primário. 
  • A grande quantidade de informações disponíveis facilita a realização dessas pesquisas, que tem como foco fontes abertas. 

Isto é, a Pesquisa Secundária é ideal para empresas que desejam resultados rápidos, sem gastar muito dinheiro

Caso esteja precisando realizar uma pesquisa, siga o passo a passo apresentado no texto e, posteriormente, entre em contato com a nossa solução Data Science para realizar uma pesquisa mais direcionada e precisa. 

Estamos aguardando o seu contato!

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.