Blog

Base de dados: o que é e como estruturar?

Em qualquer ramo do mercado, a organização de uma empresa é fator chave para seu desenvolvimento. Para avaliar ações passadas, ou planejar os próximos passos, é necessário que sejam conservadas informações sobre essa empresa, de forma a possibilitar análises, o que deve ser feito por meio da da estruturação da base de dados.

Você sabe o que é uma base de dados? Se sim, sabe como estruturá-la? E ainda, sabe como uma boa estruturação é fundamental para a sua empresa? Continue lendo o artigo e conversaremos mais sobre isso.

O que é uma base de dados?

Bases de dados são conjuntos de informações relacionadas entre si, armazenados em sistemas e organizadas de forma a possibilitar sua fácil recuperação, permitindo uma checagem rápida e confiável.

Além disso, temos os bancos de dados, que são conjuntos de bases, muito usados no mercado para ceder espaço para bases de outras empresas.

Conceitos iniciais

Antes de nos aprofundarmos nos objetivos e estruturação das bases de dados, é importante que estejamos familiarizados com determinados conceitos, para compreendermos o assunto com mais clareza.

  • Tabela: Na maioria das plataformas, os dados inseridos serão organizados em tabelas, semelhantes a uma folha de cálculo;
  • Registro: Inseridos nas linhas, são termos que combinam determinadas informações sobre algo, como títulos que guiam a organização dos campos;
  • Campo: Itens isolados que correspondem a determinado registro e são organizados nas colunas correspondentes;
  • Chaves-primárias: Coluna ou conjunto de colunas iniciais que identificam exclusivamente as linhas da tabela.

Objetivos e metas a serem traçados

Muitas vezes, quando realizamos um trabalho extenso, nos esquecemos de alguns detalhes que, ao final do projeto, podem fazer falta e prejudicar o resultado. Quando construímos uma base de dados não é diferente. 

Por isso, é importante que o objetivo daquela base seja definido, para guiar o trabalho à sua frente. Para isso, devem ser analisadas todas as perspectivas: 

  • clientes e funcionários; 
  • características, funções, demandas e horários; 
  • designação de cada participante da equipe em detalhes.

Esses dados servirão como um manual de execução e garantirão atenção a todas as funções.

Como estruturar minha base de dados?

Agora que sabemos os conceitos básicos, entendemos que as bases de dados são tabelas de organização, mas como transportar as informações e organizar a tabela?

Comece separando os segmentos que você quer organizar. Você pode, por exemplo, ter uma tabela para clientes, outra para vendas, produtos, entregas, etc. 

É importante sempre padronizar os tipos de dados adequados à cada coluna, como números (INT), textos de tamanho determinado (CHAR) ou variável (VARCHAR). Também é possível incluir pontos flutuantes, que servem como observações extras (FLOAT).

Vale ressaltar que, para que a análise de dados seja feita com sucesso, é necessário que as informações estejam simples e compreensíveis, ainda que detalhadas.

Quais informações eu preciso para começar a criar minha base?

Um ponto de partida para a criação da sua base de dados são as informações que você já possui. Registros, formulários, inventários… Esses são exemplos de dados com potencial para se tornarem colunas. Tente reunir o máximo possível para ter um melhor direcionamento no futuro.

Em seguida, procure tópicos que você talvez precise na sua base. Para isso, pense em projetos futuros para a sua empresa. Quais dados seriam necessários para organizar eventos, enviar promoções ou analisar métricas, por exemplo?

É importante lembrar que estamos falando de projetos pequenos. Em empresas maiores é comum que haja um grande volume de informações que dificilmente podem ser analisadas manualmente. Nesses casos, existe o sistema de Big Data, que automatiza essa função.

Diagrama entidade-relacionamento

Quando se tem bases muito grandes, uma opção é desenvolver o diagrama entidade-relacionamento, onde cada tabela será uma coluna de uma tabela geral, e sua chave-primária será o tema central de análise. Esse método também permite estudar as relações entre essas entidades:

  • Relação uma para uma: quando há apenas uma conexão linear entre duas entidades;
  • Relação uma para muitas: quando determinado elemento de uma entidade se conecta com mais de um de outra entidade;
  • Relação muitas para muitas: quando vários elementos de uma tabela se conectam com vários elementos de outra tabela.

Quais os tipos de base de dados?

As bases de dados se classificam em diferentes tipos, que podem sofrer especificações entre si. São eles:

  • Bases de dados referenciais: fontes, como dados bibliográficos, catalográficos ou de diretórios;
  • Bases de dados fontes: textos e dados originais, como números, textos completos, gráficos e textuais, e numéricos;
  • Bases de dados periódicos;
  • Bases de dados jurídicos;
  • Bases de dados de normas técnicas;
  • Bases de dados de patentes;
  • Bases de dados de tese.

Consultoria para Data Science

Agora que você sabe um pouco mais sobre ciência de dados, ficou mais fácil entender como ela é indispensável para a sua empresa! Boa organização e planejamento são a chave do sucesso!

Você já pode começar a desenvolver suas próprias bases, mas caso queira se aprofundar mais ou precise de alguém para realizar esse serviço, confira nosso site e projetos de consultoria!

3 comentários

Análise Quantitativa: Como Aplicá-la Em Dados Qualitativos | Empresa Júnior FGV · 28/02/2022 às 15:02

[…] das formas mais convencionais de analisar um grande volume de informações é a criação de uma base de dados, o que pode ser feito através da escolha de softwares ou em planilhas como Excel e Google […]

Planejamento De Estoque: Os 5 Passos Essenciais | Empresa Júnior FGV · 10/03/2022 às 15:01

[…] esses fatores e a análise que deve ser feita. Enquanto isso, uma boa dica é a utilização de uma base de dados para organizar um grande volume de informações e não deixar nada passar […]

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress