Blog

KPI: o que é e como aplicar as melhores análises para o seu negócio

Os KPIs são os principais indicadores de desempenho dos processos empresariais. 

Eles fazem parte das principais ferramentas da gestão de negócios, já que desempenham o papel de reportar o andamento de diversos setores, facilitando o entendimento de seus desdobramentos e as tomadas de decisão. 

Aqui, vamos te explicar em detalhes como funcionam esses indicadores e como selecionar e aplicar os melhores para o seu negócio. 

Quer saber disso e mais um pouco? Continue sua leitura.

O que são KPIs?

Os Key Performance Indicators, ou indicadores-chave de performance, em português.

Como o próprio nome diz, esses são dados quantitativos que avaliam processos internos de uma organização, com o objetivo de permitir que o gestor trace planos de ação a partir de cada um.

É indicado que as métricas analisadas sejam separadas entre aquelas mais gerais – que avaliam o processo como um todo – e aquelas mais específicas – que reportam as etapas individuais e permitem a identificação de erros pontuais. 

Qual a diferença entre KPI e métrica?

Quando falamos de Key Perfomance Indicators, costumamos falar também sobre métricas, o que pode gerar certa confusão. 

O que acontece é que os indicadores-chave são métricas, mas nem sempre pode-se dizer o contrário.

As métricas representam pontos de qualificação que podem servir a uma análise, enquanto os indicadores-chave são uma classe desses pontos que são essenciais para a gestão daquela empresa

Portanto, entende-se que essa seleção varia de acordo com cada caso, e é importante saber como selecionar os mais adequados. Falaremos sobre isso mais adiante.  

Quais são as categorias de KPI?

Entendendo que estamos falando sobre uma ampla de possibilidades de análise, pode ficar complicado identificar quais podem servir melhor ao seu negócio. 

Por isso, existem algumas categorias que facilitam esse trabalho. Veja só:

Indicadores de qualidade

Servem para auxiliar um projeto de forma contínua, identificando qualquer erro ou imprevisto e permitindo sua correção sem que a produção seja prejudicada.

Indicadores de produtividade

Assim como os indicadores de qualidade, e muitas vezes aplicado em conjunto, servem para avaliar a eficiência dos processos através de fatores como o custo-benefício de geração de cada produto ou serviço.

Indicadores de capacidade

Aqui, avalia-se a competitividade da empresa através da capacidade de resposta a determinadas situações ou solicitações de acordo com o tempo gasto.

Indicadores estratégicos

Por fim, esses indicadores representam os resultados atuais daquela empresa em relação a metas pré-estabelecidas, mostrando se o andamento está ou não de acordo com o esperado.

Como definir os KPIs?

Como dissemos anteriormente, a seleção ideal para cada empresa variam de acordo com o mercado na qual ela está inserida, bem como com seus objetivos. 

Dito isso, existem algumas perguntas que devem suceder a definição desse objetivo e que vão ajudar a concluir a real eficácia daquele indicador.

Essa métrica é mensurável?

O primeiro passo para estudar os setores do seu negócio é a visualização de dados

Por isso, é importante selecionar indicadores palpáveis e mensuráveis, que apresentem números reais ou feedbacks e não estejam somente no campo da especulação.

Essa métrica é relevante?

Aqui, é importante tomar cuidado com o que chamamos de métricas de vaidade, aqueles indicadores que podem parecer atrativos mas não afetam verdadeiramente a saúde do seu negócio. 

Por isso, você deve se perguntar o que aqueles dados de fato representam e se eles são qualificados para compor sua análise.

Como essa métrica me ajuda nas tomadas de decisões?

Em seguida, vale se perguntar de que forma aquele indicador contribui para o seu planejamento, evitando que você desperdice tempo analisando dados que não respondem, de fato, as perguntas que você tem a fazer.

É possível trabalhar com periodicidade?

Como dissemos anteriormente, é indicado que as análises de sejam feitas periodicamente, de forma a garantir uma boa gestão de qualidade e aumentar a vida útil de um projeto. 

Por isso, é importante selecionar métricas que permitam essa regularidade.

Como monitorar meus KPIs?

O primeiro passo para realizar os acompanhamentos, como já dissemos, definir uma periodicidade e manter o acompanhamento. 

Para isso, existem algumas ferramentas que podem te ajudar, algumas gratuitas e outras pagas, como:

  • SEMRush;
  • Google Analytics;
  • Datapine;
  • Scoro;
  • Smartsheet.

Além disso, você pode investir em softwares de armazenamento e visualização de dados combinados, como o Power BI, que funciona de forma interativa. Para saber como usá-lo, você pode acessar nosso e-book clicando aqui.

Um planejamento adequado ao seu negócio

Como dissemos no começo do texto, existem diversas formas de gestão de negócios e, unidos a muitas outras, garantem uma progressão contínua de qualidade e eficiência nos seus projetos

Para isso, é constantemente indicada a contratação de uma equipe especializada, como as oferecidas e capacitadas pela EJFGV, que oferecem atendimento personalizado

Quer saber como podemos te ajudar? Confira nossas soluções em plano de negócios.

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress