Blog

Web Scraping: como usar a raspagem de dados a favor da sua empresa

Web Scraping, ou raspagem de dados, é uma técnica utilizada para extrair informações da internet de forma estruturada.

De início, podemos nos assustar com esse conceito e, de fato, é preciso ter cuidado com as formas de realizar essa prática. Entretanto, esse é um método muito efetivo para descobrir, por exemplo, de que maneira você deve inovar o seu negócio e o que o seu público alvo procura

Nesse artigo, vamos conversar sobre o que é o Web Scraping, como aplicá-lo de forma segura, e como ele pode ajudar a sua empresa. Para saber mais, continue lendo.

O que é Web Scraping?

Lembra da época de escola, quando você precisava fazer um trabalho e copiava informações-chave de arquivos da internet para montar seu texto? Web Scraping é a mesma coisa, de forma automatizada e em escalas muito maiores. 

São utilizados bots rastreadores e raspadores, que identificam, coletam e estruturam dados importantes, definidos de acordo com sua programação. 

Esses dados podem ser buscados em qualquer domínio público, e são muito úteis se eles não possuem API, ou se possuem mas com limite de oferecimento de dados.

No entanto, é importante ressaltar que a maioria das redes considera a raspagem automatizada dos dados do perfil de seus usuários como uma violação dos termos de uso. Por isso, é necessário estar consciente de quais informações são de fato necessárias para a sua pesquisa

Quando usar Web Scraping?

A raspagem de dados é um método muito comum para a maioria das estratégias digitais, e sua gama de aplicações é muito ampla. Veja alguns exemplos:

Pesquisa de mercado

Uma boa pesquisa de mercado exige o maior número de informações possível, mas é importante que elas sejam coletadas de forma efetiva para que as conclusões sejam, de fato, precisas.

A utilização de bots permite um bom monitoramento da concorrência, bem como análises de tendências e preços.

Precificação

O web scraping é muito eficaz para pesquisar os valores de determinado produto no mercado e tomar decisões a partir disso, desde a precificação em si até a elaboração de estratégias de marketing

Além disso, é possível fazer o MAPA (monitoramento do preço mínimo anunciado) de forma automatizada, para garantir que seus preços estão dentro do padrão do mercado.

Conteúdo e notícias

Para quem trabalha com notícias ou produção de conteúdo, é importante se manter ciente de tudo o que acontece nas redes, o que é quase impossível de se fazer manualmente. 

Marketing

É mais fácil ter novas ideias quando você conhece as dores do seu público e sabe o que funciona ou deixa de funcionar com a concorrência

Nesse aspecto, fica mais fácil bolar estratégias de marketing de conteúdo, levando os usuários até você e possibilitando a geração de leads de forma mais eficaz.

Fact checking

Manualmente, é possível que façamos pesquisas em sites ultrapassados ou pouco confiáveis. No caso do Web Scraping, você pode selecionar em quais domínios procurar e escolher fontes seguras

Cadeia de valor

Entendendo a reação do público aos seus serviços, você consegue determinar qual deles gera mais ou menos retorno, podendo mapear seu fluxo de valores e definir os próximos passos.

Quais os limites legais do Web Scraping?

A raspagem de dados, por si só, não é uma prática ilegal. Entretanto, a facilidade de realização deste método passou a preocupar especialistas depois de escândalos envolvendo o vazamento de informações pessoais de usuários de redes sociais.

Em outubro de 2021, por exemplo, todos os serviços do Meta (Facebook, Instagram, Whatsapp e Messenger) passaram por um apagão, resultado da criação de um fórum para comercialização de dados roubados, que incluíam informações privadas do próprio criador da rede, Mark Zuckerberg.

Por isso, as empresas criadoras das redes sociais passaram a implantar barreiras para garantir a segurança dos usuários, as quais devem ser respeitadas para que não haja problemas para o seu negócio. 

Veja formas de garantir tranquilidade na hora de realizar Web Scraping:

  • Leis do domínio e termos de uso: Não deixe de estudar as normas de serviço do domínio no qual você pretende realizar a raspagem. Caso elas não sejam seguidas, um processo judicial é válido;
  • Taxa de rastreamento: Não exagere na velocidade e na quantidade de trabalho dos bots. É possível que os sites interpretem um ataque;
  • Identificação do raspador: Uma forma de garantir que você não será bloqueado é criando um arquivo que identifique o Scraper (raspador) e o que ele está buscando. 
  • Proteção de dados: Alguns dados são protegidos por direitos autorais. Nesses casos, não vale a pena tentar coletá-los.

Como fazer Web Scraping?

Agora que já compreendemos o que é Web Scraping e quais cuidados devemos tomar, vamos à prática. 

Veja o que deve ser levado em consideração:

  • Ferramentas: Existem diversas ferramentas que podem te ajudar a personalizar suas buscas e realizá-las de forma automatizada, como Webscraper.io, e Import.io.

Além disso, você pode utilizar o Web Scraping Python, um software próprio para automação desse serviço.

  • Sites: Você deve definir, então, quais sites serão utilizados. Para isso, é importante ter em mente quais informações você procura e seus objetivos para a utilização delas.
  • Organização dos dados: É importante considerar que você vai receber um volume grande de dados. Portanto, tenha um espaço preparado para organizá-los, como uma planilha no Excel ou Google Sheets.

Saiba como integrar dados à sua empresa

Agora você já tem a base que precisa para fazer uma pesquisa eficaz e aplicar os resultados ao seu negócio. 

Existe um universo completo de ações possíveis a partir da coleta de dados, as quais podem ser valiosas para seu crescimento no mercado.

Para saber mais, conheça as soluções em data science da EJFGV e leia nossos outros textos!

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress